Paulo Souto questiona metodologia em que 40% dos entrevistados eram de Salvador

A cúpula da campanha de Paulo Souto (DEM) ao Governo do Estado não engoliu a pesquisa Datafolha divulgada neste sábado (24). O ex-governador aparece em segundo lugar nas intenções de votos, com 23%, atrás de Jaques Wagner (PT), que tem 44%. O questionamento se deve à metodologia da pesquisa, pois, das 1.080 pessoas selecionadas para a amostragem na Bahia, 400 delas estão em Salvador. O número corresponde a cerca de 40% do universo entrevistado, quando a capital representa apenas 20% do eleitorado baiano. Se confirmada a distorção, de fato, o petista pode estar com um índice inflado, já que, tradicionalmente, a capital tende a despejar mais votos em candidatos de esquerda. Informações do Correio. BN