Marcos Mendes é candidato ao governo pelo Psol

Em nota, o candidato ao Governo do Estado pelo PSOL, Marcos Mendes, começou a tecer críticas à atual gestão, que, segundo ele, privilegiou a contratação de funcionários via Regime de Direito Administrativo (Reda), que tem contratos de duração de dois a quatro anos, em detrimento da realização de concursos públicos. Segundo ele, esta política de contratação temporária “é uma clara demonstração do total descompromisso de Wagner com o funcionalismo estadual. Contratação via REDA só serve para precarizar ainda mais a prestação do serviço público aos baianos”, avaliou. O candidato também condenou o “excessivo número” de cargos de confiança, que segundo ele “só servem para abrigar cabos eleitorais que não fazem nada para a população”.