Uma linha de crédito emergencial para enfrentamento à situação de calamidade pública nos munícipios do extremo sul  e sudoeste está sendo disponibilizada pela Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia).

O financiamento é destinado a comerciantes e prestadores de serviço atingidos pelas fortes chuvas. O objetivo da linha de crédito da Desenbahia é reduzir os impactos das enchentes e apoiar os empreendedores com crédito autorizado pela Lei Nº 14.390/2021.

Em Itapetinga, o assunto foi tratado nesta quinta-feira (6) em uma reunião na Câmara de Vereadores, entre o Secretário Estadual do Trabalho, Davidson Magalhães, o Secretário Municipal de Planejamento Ricardo Saback, representantes do Desenbahia e Credibahia, Defesa Civil municipal e outras autoridades, no gabinete do presidente da câmara, Valquírio Lima, para definir as estratégias do programa no município e cidades impactadas pelas chuvas na região.

Na reunião ficou acordado que a liberação dos créditos será efetivada  pelo Desenbahia (Credibahia), após libração de Boletim de Ocorrência emitido pela Defesa Civil Municipal e Credibahia local, aos comerciantes que sofreram prejuízos durante a cheia do Rio Catolé.

O lançamento do programa foi finalizado com um encontro no plenário da Câmara Municipal, onde participaram diversas autoridades locais e regionais, representantes do comércio (CDL) e alguns comerciantes impactados pela cheia em Itapetinga.

Por Davi Ferraz