A sabatina de André Mendonça já tem data para acontecer. Após quatro meses de espera, o presidente Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Davi Alcolumbre, marcou para quarta-feira (1) a sabatina do ex-ministro da Justiça data marcada foi a próxima quarta-feira (1°).

O ex-ministro da Justiça substituiu Sergio Moro E pode ocupar a vaga deixada pelo ministro Marco Aurélio Mello, que se aposentou. Ele foi escolhido por Bolsonaro como o nome “terrivelmente evangélico” para o Supremo Tribunal Federal (STF), que foi uma das promessas da sua campanha.

Neste sábado (27), foi designada como relatora da sabatina a senadora Simone Tebet (MDB), que também é evangélica. A parlamentar ganhou notoriedade nos últimos meses com a sua participação na CPI da Covid.