O preço da carne aumentou 34,28% em 12 meses, conforme análise feita com dados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de julho. Agora, há possibilidades de ela voltar a ser mais acessível.

O governo federal avalia que a suspensão de importação de carne bovina brasileira pela China, em decorrência da confirmação de dois casos atípicos da doença conhecida como vaca louca, pode levar a um curto choque, de um ou dois meses, em que a ampliação da oferta no mercado interno pode fazer os preços caírem para o consumidor. Desde a última quarta-feira, dia 1º, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) investiga casos suspeitos da doença da vaca louca no Brasil.

Neste sábado, 4, a pasta confirmou dois casos da doença em frigoríficos de Belo Horizonte e de Nova Canaã do Norte (MT) e, em cumprimento a um protocolo sanitário, as exportações de carne bovina brasileira para a China estão suspensas.

O preço pode diminuir para os brasileiros porque, com a suspensão das vendas para o exterior, sobram mais produtos no Brasil. Aí entra a regra da oferta/demanda. Com mais produtos ofertados, cai o preço. No entanto, os patamares de antes devem voltar assim que as exportação voltarem ao normal.