Itapetinga sediou, neste domingo, 05, a primeira etapa do campeonato baiano de canoagem. Durante todo o dia, cerca de 150 atletas se revezaram em 23 baterias, para conquistarem os melhores tempos e vagas para o campeonato brasileiro que acontecerá no final do mês, em Cascavel, Paraná.

Nas águas do Parque da Lagoa, os competidores participaram de provas de 200m, com caiaques e canoas individuais. “Após quase dois anos sem competição oficiais, Itapetinga foi agraciada com esta etapa baiana. Sem dúvida uma honra para a gente, o início da realização de um projeto grandioso que é a implantação da escolinha”, disse o secretário de cultura, esporte e lazer, Jailson Santana.

A canoagem é um esporte que tem ganhado visibilidade no país, principalmente, após a conquista do ouro por Isaquías Queiroz, nas Olimpíadas de Tóquio. Há mais de trinta anos na Bahia, a modalidade chegou a Itapetinga em julho, com o Festival Itapetinga de Canoagem e tem o objetivo de fixar-se, expandir-se na região sudoeste e servir como mais uma ferramenta para revelar talentos e transformar vidas.

“Itapetinga abriu o cenário nacional de eventos de 2021. O evento foi além das nossas expectativas. Os atletas ficaram muito satisfeitos, o público esteve presente o tempo inteiro nos apoiando. Nós estamos tentando fechar o calendário de 2022 e Itapetinga, com certeza estará no cenário estadual”, afirmou Luciana Costa, vice-presidente da confederação baiana de canoagem.

Presente no evento, o medalhista paraolímpico Renê Pereira falou sobre sua alegria de estar presenciando o evento. “Muito feliz em ver o município completamente contagiado com novas modalidades e feliz por estar conseguindo inspirar pessoas. Só tenho a agradecer todo o apoio. Que esse projeto possa estar crescendo mais e descobrindo novos talentos”, disse o atleta.

“Hoje é a realização de um grande sonho. Mais do que a promoção de um grande evento esportivo, nós estamos plantando novas possibilidades e, em breve, conseguiremos  impulsionar crianças e jovens de Itapetinga a alçar vôos cada vez mais altos. Nós queremos ver atletas itapetinguenses nas próximas disputas”, disse o prefeito Rodrigo Hagge.