Anualmente encontramos no dia 20 de agosto um momento simbólico, especial no calendário brasileiro, dedicado a comemorarmos no nosso país o Dia do Maçom. Inevitavelmente, nós maçons da Loja Amor e União Itapetinguense, aproveitamos a oportunidade para congratular a todos que, de forma direta ou indireta, trabalham diariamente pela busca do autoconhecimento e seu consequente aperfeiçoamento moral e intelectual, contribuindo para a consolidação da liberdade e, portanto, para a construção de uma sociedade mais justa e perfeita, onde todo e qualquer convencimento seja alcançado pela observação da verdade, exemplificada não apenas por discursos, mas principalmente pelas ações praticadas.

Historicamente a maçonaria, como a conhecemos atualmente, se estruturou na Europa a partir do século XVIII. Desde então a instituição se expandiu, ganhando contexto, atuação e reconhecimento mundial. Especificamente no Brasil, as primeiras lojas maçônicas datam do final do século XIX e início do século XX. Os maçons em geral, e os brasileiros em particular, têm participado ativamente da defesa e consolidação de uma nação livre, democrática e soberana. Foi exatamente neste contexto de participação ativa em nosso país que a data de 20 de agosto foi escolhida para comemorarmos o Dia do Maçom. A escolha guarda relação com uma sessão histórica entre as Lojas maçônicas “Comércio e Artes” e “União e Tranquilidade”, na cidade do Rio de Janeiro, onde Joaquim Gonçalves Ledo (jornalista e político brasileiro) proferiu um discurso emocionante e inspirador, clamando e exaltando a urgência da Independência do Brasil ainda em 1822. Mesmo que existam entre os historiadores divergências quanto a data exata da realização da referida reunião, a data consolidou-se como um registro histórico/simbólico dessa importante atuação institucional da maçonaria pela Independência do Brasil.

Portanto, é mantendo a tradição e seguindo firme nos propósitos de valorização da Liberdade, Igualdade e Fraternidade que a família maçônica brasileira em geral, e os maçons de nossa cidade em particular, seguem firme no estímulo para que cada brasileiro se envolva proativamente em ações de fortalecimento da democracia, da justiça e da caridade, repelindo a violência e toda atitude, especialmente dos governantes e/ou dirigentes, que não representem a devida e necessária atenção aos clamores da sociedade, cujo único objetivo deve ser o fortalecimento de um Brasil fraterno, justo e igualitário.

Por fim, resta-nos na oportunidade, mais uma vez, saudar, parabenizar e estimular todos os homens de bem que, ao exercitar a cidadania, cumprem suas funções de verdadeiros Construtores Sociais.

Loja Maçônica Amor e União Itapetinguense, N°61 – GLEB

Itapetinga, Bahia (2021)