O prefeito licenciado de São Paulo, Bruno Covas, passou por uma radioterapia para controlar um sangramento residual no estômago, que foi detectado por um novo exame de endoscopia digestiva alta. A informação foi divulgada pelo Hospital Sírio-Libanês, onde Covas está internado desde o último domingo (2).

Segundo o boletim médico, o quadro clínico de Covas é estável, e não há previsão de alta hospitalar.

Em suas redes sociais, Covas escreveu que está bem e em companhia da família, “seguindo com disciplina o tratamento determinado” pela equipe médica. “Um passo de cada vez. Com fé e dedicação, tenho certeza de que vou vencer. Obrigado pelo carinho e apoio de todos vocês”, diz a mensagem.