O empresário Eugenildo de Almeida Nunes foi encontrado morto em sua casa, em Ubatã, na manhã deste sábado (3). Ele teria cometido suicídio. As informações são dos sites Ubatã Notícias e Giro Ipiaú.

Na última terça-feira (30), a casa do empresário foi alvo de mandados de busca e apreensão cumpridos pela Polícia Civil no âmbito de investigações de suposto crime de estupro de vulnerável, do qual Eugenildo era suspeito.

As buscas envolveram também investigadores do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA). Desde o dia da operação, Eugenildo passou a ser considerado foragido da Justiça, por causa de mandado de prisão aberto contra ele.

Imagem de uma carta – supostamente escrita pelo empresário – circula nas redes sociais. O texto, de autoria não confirmada, aborda as suspeitas que pairavam sobre Eugenildo, como ele era mais conhecido.

O empresário fez fortuna com investimentos em diversas atividades econômicas, a exemplo de postos de combustíveis, hotéis e fazendas.