A vacina contra a covid-19 desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan tem uma taxa de eficácia global de 50,38%.

Na semana passada, o Governo de São Paulo e o Instituto Butantan anunciaram que a Coronavac tinha 78% de proteção para casos leves e moderados.

A divulgação de dados incompletos gerou desconfiança entre parcela da população e motivou críticas mesmo entre a comunidade científica.

A eficácia global divulgada nesta terça é a capacidade de redução de riscos de contrair a doença se receber a vacina em relação ao grupo placebo.