Durante a pandemia, algumas ruas do centro comercial de Itapetinga foram interditadas total ou parcialmente, para atender as necessidades da população, nas proximidades da rede bancária e lotéricas, nos dias de recebimento do Auxilio Emergencial do governo.

Durante a interdição dessas ruas, verificou-se que os transtornos foram mínimos e pouca gente se queixou dos necessários desvios do tráfego e interdição de vagas de estacionamento. O fluxo de pedestres aumentou no centro, beneficiando o comércio lojista.

Com essa experiência, já há quem defenda no governo do prefeito Rodrigo Hagge, na possibilidade de construir mais calçadões nas vias centrais da cidade, numa futura requalificação do nosso centro comercial.

O prefeito Rodrigo Hagge é simpático à ideia e já começa a discutir o assunto com sua equipe de governo.

Por Davi Ferraz