Um “tapete humano” foi formado, nesta sexta-feira (7), na extensão da localidade do Areal, em Nordeste de Amaralina, em Salvador, durante uma festa “paredão”. As imagens impressionantes, visto que aglomeração é um dos principais meios de transmissão do novo coronavírus, mostram diversas pessoas sem distanciamento social e sem utilizar a máscara de proteção.

O Departamento de Comunicação Social (DCS) da Polícia Militar (PM) informou que os policiais da 40ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) estiveram no local e foram recebidos a tiros. No entanto, a festa teria sido encerrada e os envolvidos fugiram.

“O paredão foi encerrado e os envolvidos fugiram devido à quantidade de pessoas na rua, que se aglomeram rapidamente. Mesmo com o encerramento, os paredões retornam e a PM volta a atuar e encerrar”, afirmou.