Estava marcada para amanhã (20) a escolha do novo presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA), que foi alvo hoje de operação da Polícia Federal para desarticular um esquema de vendas de decisões judiciais.

Segundo a coluna Satélite, estariam no páreo os desembargadores José Olegário Monção Caldas, apoiado pelo atual presidente Gesivaldo Britto, Maria da Graça Osório Pimentel Leal, aliada ao grupo rival ao de Britto; e Lourival Trindade, nome da ala independente.

No entanto, a operação de hoje afastou a desembargadora Maria da Graça por 90 dias e o atual presidente, Gesivaldo Britto, além da ex-presidente da Corte, desembargadora Sandra Inês Moraes Rusciolelli.