O longo período de estiagem já começa a preocupar os produtores rurais de Itapetinga e todo o Médio Sudoeste da Bahia, já que a previsão indica pouca chuva nos próximos dias, com alguma ênfase na semana que vem.

As pastagens da região estão secando rapidamente e se as ‘chuvas das águas‘ não chegarem até dezembro, a situação se complica, já que o mês de janeiro costuma ser quente e seco em toda a região Sudoeste, Sul e Extremo-sul do Estado. O pouco capim que resta, está sendo consumido rapidamente pelo gado, que já começa a emagrecer, em algumas regiões.

Após o longo período de seca que se abateu na região entre 2011 e 2016, as pastagens da ‘Capital da Pecuária’ ainda não se recuperaram totalmente e necessitam de muita chuva para retomarem à normalidade.

Com os desmatamentos contínuos, o clima da região vem se transformando, com períodos longos de estiagem e seca, numa região tradicionalmente boa de chuva, como já foi no passado.

Agora estamos na época das ‘vacas magras’, literalmente.

Por Davi Ferraz