Depois quase dez horas de votações, o Plenário da Câmara dos Deputados concluiu a votação da Reforma da Previdência em segundo turno. Os deputados rejeitaram os oito destaques apresentados e mantiveram sem alterações o texto principal aprovado na quinta-feira (8) de madrugada pela Casa .

Ao encerrar a sessão, que começou às 9 horas, mas só teve a ordem do dia aberta por volta das 12h30min, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), agradeceu o apoio de todos os partidos na construção e na aprovação da reforma.

“Ninguém chega a um resultado desses sozinho”, disse. Ele recebeu os cumprimentos dos ministros da Economia, Paulo Guedes, que apareceu no Plenário nos instantes finais de votação, e da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, que deixou o ministério para participar das votações como deputado.