O MDB tem a preferência do deputado federal Irmão Lázaro (PSC) para a disputa pelo Senado, caso fique fora da chapa majoritária de Zé Ronaldo (DEM) ao governo do estado. O motivo é o tempo de televisão.

A avaliação de Lázaro é que uma aliança com o partido comandado na Bahia pelo deputado federal Lúcio Vieira Lima pode dar a ele uma exposição razoável no programa eleitoral de rádio e TV, o que viabilizaria sua candidatura.

Lançar uma candidatura avulsa está praticamente descartado. A prioridade dele e do PSC, contudo, continua sendo a presença na chapa majoritária democrata. Da Coluna Satélite, Correio24h.