Depois de isentar os comerciantes do Shopping Popular – antiga Feira do Paraguai – do pagamento de uma amarga taxa de condomínio de quase R$ 300, o prefeito Herzem Gusmão vai criar novas alternativas para fortalecer a pequena economia que circula naquele espaço.

Em reunião recente, o gestor indicou que vai buscar parcerias para instalação de caixas eletrônicas de bancos no shopping popular e ofertar boxes para lanchonetes. Entusiasta do comércio popular, o pré-candidato a deputado federal e ex-coordenador de Serviços Básicos, Ciano Filho comemorou as medidas e afirmou que o prefeito Herzem Gusmão demonstra sensibilidade ao buscar alternativas para melhor funcionamento do espaço.

Segundo ele, há bastante tempo os permissionários vinham buscando soluções para melhorar o comércio, e que somente neste governo encontrou ambiente para dialogar e avançar em várias propostas.

“Estou feliz e pelo que pude conversar com os comerciantes, todos estão ansiosos pelas mudanças. O Shopping Popular merece ser tratado com todo o carinho porque ali estão trabalhadores e trabalhadoras que lutam para viver dignamente. Também aprovamos a ideia de criação de uma associação para gerenciar aquele espaço. É o melhor modelo. Com todas essas mudanças, o shopping popular vai ganhar vida”, afirmou Ciano Filho.