Acesse o Sudoeste Hoje via Mobile em qualquer lugar!
  • Pedro: Rapaz,Diga Diga e Diva tiraram ate selfie com Ze Carlos Moura essa semana.Como Ze e inocente e capaz de ate se...
  • ESTRATÉGIAS DO LOBO DISFARÇADO: Estratégias do PT até o dia 28 de Outubro, após o horário das votações: 1) Citar o...
  • Marivaldo Reis Cabral: Olá Boa noite.eu me recordo muito da enchente de 1981,nossa! Eu tinha 6 anos e morria de medo.
  • VOCÊ NÃO PRECISA VOTAR EM BOLSONARO, MAS...: COMERCIANTE, você não precisa votar em BOLSONARO. Mas não reclame quando...
  • BOLSONARO Presidente do Brasil: O melhor do BOLSONARO é que ele não quer apoio de partidos políticos que exijam...
  • Anonimato: Só ressaltando e corrigindo o escritor do blog, que Maria do Rosário se reelegeu a deputada federal pelo...
  • Ana: Vergonha não é votar no PT. Vergonha é alimentar uma “vingancinha” partidária babaca construída por...
  • NÚMEROS DIVERGENTES: Estranho esses números. Todos os canais de TV mostraram que essa mesma pesquisa revelou números...
  • Denny: O que fica bem claro, onde as pessoas são bem esclarecidas e tem emprego, elas não procura assistencialismo.
  • REUNIÃO DO PT NO PRESÍDIO: HADDAD: Mestre, a facada não deu certo, o “ele não” deu errado, os fakes não funcionam, o...
  • Cavaquim: https://strawpoll.com/6hgs86xd Esta enquete mostra a realidade sem fraudes! Brasil acima de tudo, Deus...
  • Cavaquim: https://strawpoll.com/6hgs86xd este enquete mostra a realidade, se fraudes!
  • Cavaquim: Acorda pra vida, Itapetinguenses! Bolsonaro não é o salvador da pátria, mas é a única solução para libertar...
  • Observador: Fiquei feliz por Jorge Solla, ele fez um ótimo trabalho como Secretário de Saúde em Vitória da Conquista....
  • Sandra: Também fizeram uma maior bagunça nessa eleição , aqui mesmo na cidade Geraldo que filiado do DEM divide os...
leitores online


ASSASSINO DE LÉO GORDO SE ENTREGA E DIZ QUE AGIU EM LEGÍTIMA DEFESA

Lucas José, de 19 anos, confessou ter assassinado Léo Gordo
ITAPETINGA: Alegando ter agido em légítima defesa, Lucas José Lacerda de Santana, de 19 anos, se apresentou a policia, na manhã desta segunda-feira, confessando ter sido o autor do homicidio do empresário Leandro Barros, conhecido como “Léo Gordo”, que foi encontrado morto, dentro do seu veículo, em uma estrada vicinal, na manhã da segunda-feira passada (24), com duas perfurações à bala, debruçado no banco do passageiro do veículo. Desde então, o delegado da polícia civil, Dr. Roberto Junior, começou as investigações para elucidar o caso, cujas suspeitas recaiam contra Lucas, morador do bairro São Francisco de Assis, em Itapetinga. Antes, porém, do término das investigações, o autor do crime que chogou toda a cidade, resolveu se apresentar à polícia, devidamente acompanhado dos seus advogados, para confessar a autoria do crime. Segundo a versão apresentada por Lucas, ele teria assassinado Léo Gordo “para não morrer“, o que configuraria legítima defesa. Na tarde desta segunda-feira, uma reconstituição foi realizada no local do crime, pela policia civil, quando ficou descartada a participação de uma terceira pessoa no homicídio.  Por ter se apresentado expontaneamente à policia, Lucas vai aguardar o julgamento em liberdade.
VERSÃO DE LUCAS: 
 “Nos dirigimos para a entrada de Dona Naná. Léo passou a mão em minha perna e me chamou para fazer sexo com ele, só que não aceitei. Nesse momento, Léo puxou uma arma de fogo que estava embaixo de sua perna, sobre o banco, e encostou a arma em meu peito, ameaçando de atirar se eu não transasse com ele”, detalhou Lucas.

“Consegui segurar a arma de Léo e, quando lutava com ele, a arma disparou na direção de sua cabeça. Léo caiu sobre o banco e eu saí do carro, passando em frente do veículo, me dirigindo até o lado do motorista, onde ele estava caído. Nesse momento, fiz um disparo na direção das suas costas”, contou o homicida.

Depois disso, Lucas José caminhou em direção ao Parque Juvino Oliveira, jogando a arma de fogo no chão, se dirigindo, a pés, para a sua casa.

“Não sei que arma era aquela, estava escuro e eu não conheço tipo de arma de fogo”, finalizou o assassino de Leandro Ferreira Barros. Com informações do Itapetinga na Mídia.

Da Redação
Foto: Itapetinga Agora

14 respostas para “ASSASSINO DE LÉO GORDO SE ENTREGA E DIZ QUE AGIU EM LEGÍTIMA DEFESA”

  • Carlos says:

    O suposto assassino se entregou.
    Segundo alguns, se entregou porque percebeu que logo seria preso.
    E “seria preso” porque a investigações, claramente, para ele, chegariam a seu nome como autor.
    Se assim é, apesar de ter se entregado, o fez por acreditar que a investigação policial estava acontecendo a contento, ou seja, chagaria a seu nome.
    Ótimo!
    Se assim é, ótimo trabalho da polícia!
    Contudo, me expliquem, aqueles que tiverem a resposta, porque nesse caso a investigação foi tão celere e em muitos outros (maioria!!!) os assassinos nunca são encontrados?!?!?!
    Percebam: Longe de desmerecer o caso.
    Foi ótimo que mais um assassino tenha sido identificado.
    A questão é que, ao que parece, em nosso país, se a vítima, seja de assassinato seja de outro crime, não tiver “posses” e/ou projeção na sociedade, as forças policiais parecem não ter empenho em desvendar crimes contra esses.
    Parece que em nosso país, para merecermos a proteção da polícia, além de toda a carga tributária, temos ainda que sermos destaque na sociedade.
    Ôh Lisarb que me dá tanta vergonha!!!

    Se tivesse como fazer isso legalmente, iria embora desse país…… pena não ter condições para isso!!!

  • anonimo says:

    Não tem justificativa para se tirar a vida de um ser humano, quanto a opção sexual dele isto não interessa, o importante é que ele (leo) era uma pessoa lutadora e gente boa, tinha as vezes umas explosões mas, de repente passava a raiva e tudo ficava bem ele não gurdava raiva de ninguém, sujeito de bom papo e visão em negócios. Foi uma pena Leo era bom amigo. Adeus amigo LEO.

  • maximmus v says:

    carlos, me responda o seguinte: qual homicidio em itapetinga ainda não foi desvendado? claro que um homicidio como o de leo, tem muita repercussão. Prova disso, foi a cobertura dada pela imprensa no caso. Mas digo a você; Itapetinga teve ano passado 98% dos homcidios solucinados. A sua crítica é válida, no que diz respeito a Brail, contudo, não tem base no que diz respeito a Itapetinga.

  • Carlos says:

    Caro Maximmus,
    Bem verdade que não conheço as estatísticas sobre elucidação de assassinatos em Itapetinga; contudo, o Senhor que citou, inclusive, porcentagem de casos elucidados, poderia fazer a gentileza de esclarecer de onde tirou esses dados?
    Qual a fonte dos dados?
    Afirmar sem se referir a fontes não embasa seu argumento.
    O meu, de que a maioria nã é esclarecido, baseia-se no que nós, cidadãos, comentamos todos os dias nas ruas da cidade.
    Desculpe se pareço belicoso.
    Não é minha intenção!
    Todavia, Itapetinga vive, há anos, sério problema de violência e não adianta tentar “tapar o sol com peneira”.
    Acredito que necessitamos, isso sim, exigir que o poder público nos trate (nós, população) com mais respeito.

    Obs.: Em meu primeiro comentário a cerca do episódio não existe qualquer preocupação com a orientação sexual da vítima.
    Tratava-se de um cidadão como qualquer outro, merecendo, portanto, o mesmo respeito.
    Contudo, cabe perguntar: As seguidas ameaças a mão armada que o Sr. Leandro costumava fazer (a cidade sabe e repete isso) e o simples fato de portar arma de fogo sem o devido documento de porte é simplesmente esquecido nesse momento?
    Ameaça e porte ilegal de arma são crimes previstos em lei!!!
    Além disso, caso ele não estivesse armado, será que a desavença teria o mesmo final trágico?

  • maximmus v says:

    Carlos, meu caro. Se não me engano, no semestre passado houve uma audiência, sobre segurança pública, na câmara dos vereadores, onde estavam presentes os delegados de policia civil Dr Roberto Jr – titular de Iapetinga – e Dr Marcus Vinicius – este coordenador da 21ª coorpin.
    Houve, por parte das autoridades, uma ampla divulgação de todos os crimes que ocorreram em Itapetinga no ano de 2010 e inicio de 2011, e suas respectivas elucidações, ficando os crimes de homicidios com 98% de autoria definida, segundo fontte da policia civil.
    Eu estive presente nesta audiência, por isso conheço os dados.
    O problema da violência na cidade, está diretamente ligado ao tráfico de drogas – informações da policia civil – e não é um problema exclusivo de Itapetinga.
    Sobre a questão de Leo andar ou não armado, nesse caso em específico, não vem ao caso. O fato é, houve um homicidio praticado por Lucas, indepedente de ter sido com a arma dele (leo) ou não.

  • Fiel says:

    Parabenizo ao Sr Carlos pelo seu comentário e resposta dada, e pergunto o mesmo, será que se o Sr Leonardo não estivesse armado aconteceria tal tragédia? O comentário sobre ele ameaçar a todos com arma é verídico!

  • maximmus v says:

    sim fiel, concordo também com você. Mas, vale salientar que, a pessoa que se sentiu ameaçada, agredida e ofendida deveria se dirigir até ocomplexo polcial e registrar uma queixa, para que, providencias fossem tomadas, ou então, denunciar no 190 ou 197, que leo andava armado. O fato é: quem garante que leo foi morto com propria arma? Baseado em factoides de site sensacionalista e sanguinário que em ‘itapetinga agora’ tem?

  • Carlos says:

    Caro Fiel, concordando contigo,

    Entendo que se a vítima não estivesse armada, o trágico assassinato seria menos provável, uma vez que a própria polícia já esclareceu que os disparos foram efetuados com a arma que o assassino tomou das mãos da vítima; portanto, pertencia ao Leandro Barros, ou, ao menos, estava em seu poder.

    Acredito que o problema tem duas abordagens principais:

    1-Assassinato – Obviamente, deve ser investigado e o réu deve ser julgado;

    2-Cidadão que ameaça as pessoas coagindo com arma de fogo (apontando a arma, inclusive) e andando armado sem porte de arma e com arma irregular (sem registro em seu nome)- Isso é correto?!?!?!;

    A vítima desse episódio cometeu crimes também!

    Caso tivesse sido julgado, estaria preso e não ameaçando pessoas na rua.

    Inclusive, estando preso, seu trágico assassinato provavelmente não teria acontecido.

    Caro Maximmus V,

    Tentar defender pessoa que anda armado de forma ilícita e amedrontando cidadãos, não me parece algo “muito bonito”.

    Que o assassino seja julgado!

    Mas defender delinquente não é “nada bonito” !……………… Talvez seja, apenas, aos olhos do pessoal dos Direitos dos Bandidos, digo, Direitos Humanos.

    Obs.1: Caso o senhor Maximmus V tivesse na família um adolescente de 16 anos que foi assediado sexualmente e coagido, sob a pontaria de uma arma, certamente teria opinião diferente sobre a vítima do caso em questão.

    Obs.2: Outro sério problema do Lisarb é ficar defendendo gente que deveria estar atrás das grades, caso vivesse num país sério.

    Obs.3: O fato de uma pessoa andar armada, fora da lei e ameçar e assediar cidadãos com a referida arma, “VEM AO CASO”, SIM!!!
    “VEM AO CASO”, SIM!!!
    “VEM AO CASO”, SIM!!!
    “VEM AO CASO”, SIM!!!

  • maximmus v says:

    Caro Carlos, acho que você não me etendeu muito bem.
    O que disse foi o seguinte: o que as pessoas que foram amedrontadas, assediadas, constregidas, ameaçadas deveriam fazer era prestar uma queixa para que o caso fosse apurado.
    Ora, se alguém me ameaça com uma arma de fogo, eu logo vou no complexo prestar uma queixa.
    Em nenhum mmomento defendí, suposto, delinquente.
    E outra, onde está a fala do delegado dizendo que leo foi morto com a própria arma?
    Essa foi a versaõ do homicida que, estranhamente, está alegando legitima defesa.
    Ora, legitima defesa com dois tiros, sendo que o primeiro foi na cabeça?
    Sei sim, carlos, que a vítima em questão não era “flor que se cheirasse”!
    Sobre, o “VEM AO CASO SIM”, isto é questão jurídica, talvez se ficar provado que o camarada anadava armado, poderá gerar uma boa discussão no plenário do possível julgamento.

  • Carlos says:

    Caro Sr. Maximmus V,

    Concordo contigo: Legítima defesa até pode envolver mais de um disparo, caso o primeiro não tenha contido o agressor.
    Todavia, nesse caso, onde o próprio assassino esclareceu que o primeiro disparo atingiu a cabeça da vítima, realmente não entendo a necessidade do segundo e concordo contigo que isso fica, no mínimo “estranho”, para alegar legítima defesa.

    Sobre a questão da arma estar sob posse da vítima, foi o que um agente da Polícia Civil, envolvido nesta investigação, me confidenciou. Dessa forma, infelizmente, não posso aqui me referir a seu nome.

    Sobre a questão de a vítima andar armado ilegalmente, desconheço boletins de ocorrência a esse respeito, envolvendo seu nome. Contudo, caso sejam convocados a depor, muitos cidadãos darão depoimento confirmando isso, principalmente pessoas que por ventura tenham sido assediados e/ou coagidos sob a pontaria de sua arma.

    Caro Sr. Maximmus V,
    Não tenho a intenção de dizer que o trágico episódio não mereça atenção da polícia e da justiça.
    Longe disso!
    Um cidadão foi assassinado e o autor do homicídio deve ser julgado, SEM DÚVIDAS!!!
    O que desejo com esse debate é chamar a atenção para o fato de que, em nosso país, pessoas de boa situação financeira só podem ser vítimas, nunca réus.
    Não concordo com isso!

    Caro Sr. Fiel,
    Desculpe-me por não agradecê-lo pelas felicitações, na mensagem anterior, ainda que acredite não merecê-las.
    Muito obrigado, Sr. Fiel, pelos parabéns!

  • Anônimo says:

    Concordo com Carlos ao dizer que provavelmente o caso teve esse desfecho trágico por conta da vítima só andar armada e como foidito:arma ilegal. E se for verdade o que ele coloca acima e a vítima andava ameaçando as pessoas, aí então ele procurou esse resultado
    Quanto ao maximmus v, creio que você está se esquecendo que moramos no Brasil e que se um desses meninos, normalmente pobres, chegassem a denunciar a vítima, não daria em nada. Pois situações piores ocorrem e não contamos com segurança pública!

  • maximmus v says:

    carlos, é isso ai.
    O debate é válido e nos faz crescer.
    Ainda que não te conhecendo, percebo que você é uma pessoa inteligente e com opinião bem formada, pela forma de escrever e se expressar.
    Cabe a nós fazer nossa parte e tentar propagar a paz enaquanto há tempo.
    Só uma observação, e longe de mim querer causar polêmica: o agente da civil não pode dizer isto, por que, não ficou provado.
    Mesmo que achassem a arma devria passar por reconhecimento, visto que, pelo geito, não era registrada.

    Abraço!

  • Carlos says:

    Caro Sr. Maximmus V,
    Antes de tudo, muito obrigado por sua opinião a meu respeito.
    Tenha a certeza de que penso o mesmo a respeito do senhor!
    O senhor também é um cidadão que embasa corretamente suas afirmações e isso é absolutamente salutar para um bom debate democrático.
    Parabéns ao senhor!!!

    Fico feliz que concorde com o fato do nosso debate ser válido.
    Não necessitamos concordar em tudo, mas necessitamos, como temos feito, respeitar opiniões.

    Também fico feliz com esse debate produtivo!
    Como diz a expressão popular, “assino em baixo” da sua afirmação!

    Veículos de informação como esse sítio “Sudoeste Hoje”, tendo à frente o Sr. Davi Ferraz, muito somam na questão de permitir bons debates com o único intuito de buscar os direitos de qualquer cidadão num “Estado Democrático de Direito”.

    Tenho convicção de que o senhor concorda comigo.

    Quanto às suas informações a respeito da minha conversa com o agente da Polícia Civil que me confidenciou o fato citado, o senhor tem toda razão.
    Isso não poderia ser feito!
    Ele o fez em conversa íntima entre amigos, imaginando sigilo e eu, sim, cometi o erro de citar a questão, ainda que não tenha dito nomes.

    O senhor tem razão: Eu não deveria ter citado a conversa!

    O meu amigo, também leitor desse sítio, certamente irá me arguir a respeito.

    Errei!!!

    Perdoem-me, ele e o senhor!

    Forte abraço!

    DEUS o abençoe SEMPRE!!!

  • maximmus v says:

    retificação: onde está escrito: cabe a nós fazer; leia-se: cabe a nós fazermos.
    e onde se lê: geito, leai-se: jeito.

Deixe seu comentário


  • 2 de outubro de 2018 | 11:07


  • 21 de agosto de 2018 | 23:55


  • 21 de agosto de 2018 | 23:39


  • 21 de agosto de 2018 | 23:34


  • 21 de agosto de 2018 | 23:32


  • 5 de agosto de 2018 | 12:32

  • RSSArquivo de Quentinhas & Boas »


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia