janeiro 2011
D S T Q Q S S
« dez   fev »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
Acesse o Sudoeste Hoje via Mobile em qualquer lugar!
  • Anonimo: O deputado é Rosemberg, por causa de briga política está bloqueando o repasse do galpão, inviabilizando...
  • Geraldo: Eu li a matéria, mas segundo relatos, o galpão estaria cedido a uma empresa de Macarani, as imagens mostram...
  • TODO MUNDO SABE QUEM É ELE: Cavaquim, só você parece não saber quem é o deputado que desvia projetos que seriam para...
  • Davi Ferraz: Geraldo, isto está no texto da matéria. Leia…
  • Cabana: Sera que o vice Prefeito Renam Pereira vai responder Diga-Diga pelos comenterios de Diga-Diga no Radio?
  • Geraldo: Pertence a SUDIC*
  • Geraldo: É verdade que o galpão está cedido p outra empresa? Confirmando tal fato não seria possível que os governos...
  • Anonymous: o galpão está realmente sendo ocupado por outra empresa? não seria o caso dos poderes municipal, estadual...
  • Leomiro Santos: ESSA APROVAÇÃO SERÁ UMA TRAGEDIA PARA O POVO DE ITAPETINGA VOCÊS ESTÃO RESSUSCITANDO JOSÉ CARLOS...
  • Vanda: Vamos abraçar essa campanha Itapetinga ,para chegar ao governador aos deputados ,vamos usar hashtag no...
  • Fernando: A torcida está de parabéns , que bonito ver o estádio cheio de pessoas com pensamento positivo demostrando...
  • Joana: O galpão está sendo usado apor vândalos, usuários …em total abandono. Moro ao lado do galpão, tem sido...
  • Cavaquim: Qual o nome do deputado desgraçado? O povo tem que saber quem é contra os novos empregos! E quem votou...
  • toin: Cadê o secretário de indústria e comércio ??? Essa administração está se desfazendo pouco a pouco…
  • Fernando: #LIBERAGALPÃORUI, vamos juntos nessa campanha , juntos somos mais forte .
leitores online


FELIX

A tragédia pessoal do escultor São Félix, comove e assusta. Comove-me tomar conhecimento que um “velhinho” de oitenta anos, que deveria estar gozando justa aposentadoria, tenha recebido espancamento bárbaro, por parte de dois bandidos que adentraram em sua residência. Hipotético assalto ou suposta vingança, não justifica violência tão grande.

O que motiva um jovem, praticar contra um indivíduo indefeso, perversidade tão grande? A impunidade. A quase certeza de que não será punido. Assusta-me o fato de que um reles bandido possa vir a ser, senhor da vida e da morte. A polícia militar na prevenção e a polícia civil na investigação, não conseguem inibir, reprimir, impossibilitar, a criminalidade.

O governo precisa eleger a segurança do público como prioridade de governo. Estamos vivendo em cidades sitiadas por criminosos. A criminalidade aumenta quando o deliquente tem a sensação de que difícilmente o “braço” da lei conseguirá lhe alcançar, para infringir-lhe o justo castigo.

Por: JOSÉ ELIAS RIBEIRO

32 respostas para “FELIX”

  • Ethos says:

    Senhor Elias Ribeiro, se sabes que foram dois indivíduos que atacaram São Félix, ajuda a polícia fornecendo os seus nomes e endereços para a lei infringir-lhes o justo castigo.
    Você divaga quando diz, a princípio, dois bandidos e, posteriormente, um reles bandido.
    Defina-se

  • Angela says:

    A mim o que parece, é que é bandido demais para polícia de menos. Senão, vamos fazer só algumas perguntas básicas:

    – Já que os assaltantes estão agindo nos bancos,nas ruas,nos colégios, por que a polícia, disfarçada, também não está por lá?
    Se a onda de criminalidade aumentou tanto, e isso é inegável, por que não aumentou também o policiamento nas ruas?

    Será que falta pessoal? Por que se falta, é política de governo garantir a segurança pública.A reação do cidadão contra o bandido, na maioria dos casos não tem final feliz, e é motivo de alerta da polícia nas normas de segurança: perca o dinheiro, perca o carro, mas não perca a vida.
    Infelizmente, nesses dias turbulentos somos todos nós, à mercê da bandidagem.

  • INCONFORMADO says:

    SEGURANÇA PÚBLICA NUNCA FOI PRIORIDADE DE GOVERNO. AS AUTORIDADES NÃO SENTEM NA PELE O QUE O CIDADÃO COMUN ENFRENTA NO DIA A DIA. PERFEITA A FRASE QUE DIZ QUE A POLICIA CIVIL E MILITAR NÃO CONSEGUEM O ENFRENTAMENTO COM A BANDIDAGEM. PENA O QUE ACONTECEU COM SÃO FELIX. SÓ QUE MEU CARO ZÉ ELIAS É A NOSSA REALIDADE.

  • Danielle says:

    A sensação que a sociedade tem quando toma conhecimento de fatos como este é de que tudo ficará relegado a segundo plano. Existe o estupor da comunidade quando toma conhecimento do fato, as autoridades policiais sentem-se pressionadas a se movimentarem, a imprensa alardea cobrando providencias, os dias vão passando e cai no esquecimento. Somente os familiares da vitima é que não esquecem. Por isto nos Estados Unidos tem pena de morte. Lá o individuo pensa duas vezes antes de cometer uma atrocidade desta. Sabe que pagará com a vida. Se a mior democracia do mundo não abre mão da pena de morte como fator inibitório de crimes por que não se debate no Brasil esta possibilidade? O que você acha Zé?

  • Bandeirante says:

    O marginal que barbarizou São Felix é um monstro. Este sujeito não tem fé em Deus e já não respeita o seu semelhante. O que passa na cabeça de um marginal deste. Uma pessoa indefesa na idade possivelmente de algum avô do proprio bandido. É revoltante.

  • Jonas says:

    Onde estavam a guarda municipal e os vigilantes da escola ?

  • amigo says:

    são felix está precisando de dinheiro cade os governantes de itapetinga que tanto “o admiravam”

  • Na moita says:

    A conversa dentro da prefeitura é que a “reforma” da praça dos pioneiros custou mais de 40 mil. Dizem que o empenho foi nesse valor e São Felix não viu um centavo. Lembrem que o cavalo já estava feito dentro do Industrial tinha mais de 20 anos e era da época de Zé Marcos. Pra onde foi toda essa granna, para comprar aquela cerquinha de pau ruim e o arame?Para São felix é que não foi.

  • Ethos says:

    Senhor Davi, quero lhe fazer uma crítica. Além de mudar o texto do meu comentário, você também mudou o texto de José Elias. Bastava que fizesse uma correção. Nada mais que humilde de sua parte. Os seus textos são muito bons. Os de José Elias, nem tanto…

  • Lamento says:

    Bom, esse colégio agro industrial é porta de entrada de droga, tiro,marginais os vigilantes são uns come e dorme, “diretoria” Deus me livre!

  • SANSÃO says:

    A maior lição deste triste episodio é que o que aconteceu com São Felix não vai tardar de acontecer com outra pessoa. As autoridades pouco se lixam para o que acontece com o cidadão comun. Todo mundo sabe o que acontece no colegio Industrial. Se a policia conseguir conversar com São Felix ele vai relatar o que acontece todo dia no colegio. Se a gente que tá fora sabe das coisas… imagine São Felix.

  • Jonahtan says:

    Ethos,

    Zé Elias fala em 2 bandidos, quando fala do caso S. Félix.
    E depois, qdo ele fala um bandido, não está se referindo necessariamente ao caso S. Félix. Ele deve estar dizendo de um modo geral: “Assusta-me o fato de que ‘um’ reles bandido possa vir a ser, senhor da vida e da morte.”
    Nota-se que o pronomme é indefinido: “um”, que pode ser qualquer bandido.

    E, particularmente, concordo plenamente com o que ele está dizendo. Muitos bandidos decidem quem morre e quem vive em suas comunidades, como se fossem autoridades. O pior é que muitas autoridades de fato, tem “negócios” com esses bandidos. Como é possível que os traficantes do morro do Alemão, tivessem um verdadeiro arsenal de guerra? Com centenas de armas de uso exclusivo do Exército?

  • DARLENE says:

    O QUE MOTIVA UM JOVEM A PRATICAR UMA PERVERSIDADE DESTA? DROGAS, DESEQUILIBRIO MENTAL, FALTA DE ESTRUTURA FAMILIAR, MÁS COMPANHIAS, IMPUNIDADE, FALTA DE UMA RELIGIÃO, FALTA DE ESTUDO, PREGUIÇA PARA TRABALHAR, É TANTA COISA ZÉ ELIAS QUE A GENTE VAI FICAR DISCUTINDO A VIDA INTEIRA. EM UMA COISA VOCÊ TEM RAZÃO QUANDO AFIRMA QUE A CERTEZA DA IMPUNIDADE É QUE MOTIVA O BANDIDO A AGIR. SE O BANDIDO TIVESSE RECEIO DE QUE SEU CRIME FOSSE PUNIDO ELE PENSARIA DUAS VEZES ANTES DE AGIR. É O TAL CUSTO BENEFICIO. SE O BANDIDO TIVESSE RECEIO DE QUE A POLICIA INVESTIGARIA O ATO CRIMINOSO E CHEGASSE ATÉ ELE, É CLARO QUE ELE NÃO SE ARRISCARIA.

  • Jonahtan says:

    Corrigindo, pois confundi o português. Onde se lê “pronome” indefinido, leia-se “artigo” indefinido.

  • Interessada says:

    Davi,
    Já fechei e abri várias vezes essa página e meu email continua aparecendo como se estivesse salvo. O que devo fazer?

  • DALILA says:

    O que aconteceu a São Félix não tem nome, qualquer coisa que se diga ainda é pouco, tamanha a sua monstruosidade.Infelizmente a violência não conhece limites.Aconteceu dentro do colégio,mas poderia ter acontecido em qualquer lugar, quem cometeu tal atrocidade, fez de caso pensado, se São Féliz morasse em outro lugar o assassino faria do mesmo jeito. O mais importante nesse momento é que o nosso amigo se restabeleça e que o ou os assassinos sejam desmascarados e punidos antes que caia no esquecimento. Nós temos a obrigação de não deixar que isso aconteça.

  • BARRIGUDO says:

    Bandido bom é bandido morto. É assim que pensam os americanos. Lá não tem negocio de direitos humanos para o algoz. Direitos humanos lá são para as vitímas.

  • Manoela says:

    Zé Elias não faça mais isto. No sabado procurei seu artigo mais de dez vezes e no domingo a mesma coisa. Lembre-se que tem pessoas que ficam esperando para ler o seu texto. Da sua fã numero um.

  • ALMERINDO says:

    O nosso São Felix é uma figura da história de Itapetinga. Não merecia sofrer o que está sofrendo.

  • AMARELINHO says:

    Em muitos lugares os bandidos já são senhores da vida e da morte. A matança que acontece em Itapetinga e Itóroro quem é que ordena? Tem algum inocente por aí que acredita em estória de carochinha? Os bandidos praticam a eliminação fisica dos desafetos. E ninguem consegue impedir. Parabenizo José Elias por esta parte do seu artigo. Uma definição classica do que está ocorrendo nos dias de hoje. Lembra-me o tempo dos senhores feudais. Aí de quem ameaçar o feudo. O território é demarcado e ninguem entra sem permissão. Para conseguir entrar no complexo do alemão a polícia do Rio precisou montar uma operação de guerra. Quem vai dasafiar os senhores da vida e da morte? O governo molenga que nós temos?

  • MATREIRO says:

    ATÉ QUANDO A POPULAÇÃO VAI SUPORTAR AS AGRESSÕES DOS BANDIDOS. ATÉ QUANDO AS NOSSAS AUTORIDADES VÃO FICAR INERTES. ATÉ QUANDO OS POLÍTICOS VÃO FAZER DE CONTA QUE NÃO SÃO RESPONSAVEIS PELAS LEIS QUE TEMOS. ATÉ QUANDO OS PROMOTORES E JUIZES VÃO FICAR CALADOS VENDO A BANDA PASSAR. É CULPA DE TODO MUNDO. ATÉ EU TENHO MINHA PARCELA DE CULPA.

  • JOSÉ ELIAS RIBEIRO says:

    RESPOSTA PARA ETHOS: Vamos a frase “comove-me tomar conhecimento… por parte de dois bandidos que adentraram em sua residência”. A frase refere-se a vítima São Félix. Vamos mudar a frase para “comove-me tomar conhecimento… por parte de um bandido que adentrou em sua residência”. Não muda nada. Vamos para sua segunda afirmação “você divaga quando diz a princípio dois bandidos e posteriormente um reles bandido”. Não estou referindo-me ao caso São Félix. Refiro-me a “qualquer” bandido que possa em seu “feudo, território, área, cidade” decidir quem deve morrer.

  • JOSÉ ELIAS RIBEIRO says:

    COMENTÁRIO PARA JONAHTAN: Você entendeu perfeitamente a intenção do artigo e seu comentário está correto.

  • Cantor says:

    Zé Elias responda esta — São Felix quando estava sendo espancado deve ter gritado e feito muito barulho— que vizinhança é esta que não ouviu.

  • Marcus says:

    Amigo Zé Elias. Se depender desse tal de Ethos, você vai ter que que comprar uma bola de cristal… rsss. Aproveite e contrate um professor de português para dar ao Ethos aulas de interpretação de textos. Abraços e parabéns pelo artigo.

  • Santista says:

    No Japão Imprerial, quando um senhor feudal, não gostava de um súdito, ordenava sua execução. No Brasil moderno, quando um criminoso de alta patente, resolve que alguém deve morrer, ordena sua execução. A diferença é que no Japão Imperial, a lei permitia ao rei, ordenanar a execução do súdito. No Brasil moderno, a lei não permite um homen ordenar a morte de outro homen. Só que no Japão do passado e no Brasil do presente, existem sim, senhores da vida e da morte.

  • LÉO says:

    O maior mal do Brasil é a impunidade. Do pequeno crime, ao grande crime, todos ficam impunes. Quando um pai de família comparece a delegacia para registrar queixa de que um marginal roubou o celular da filha, parece que o policial de plantão, tá fazendo um grande favor em registrar a ocorência. Ora bolas… se um simples furto não é apurado, como podemos um dia, acalentar a esperança de que teremos punição para os criminosos. A polícia só se movimenta para apurar crimes que aparecem na imprensa e comovem a população. Bandido hoje em dia não respeita a autoridade policial. Na verdade, estamos vivendo um tempo de desesperança de que nossos policiais possam restaurar a ordem e o respeito as leis.

  • ARMANDINHA says:

    A INVEJA MATA. TEM UM FILME COM ESTE TÍTULO. TEM GENTE QUE FICA BISOIANDO O QUE VOCÊ ESCREVE ZÉ PARA CRÍTICAR. COLOCAR A CUCA PARA PENSAR NEM PENSAR. TENHO 16 ANOS E NO FINAL DO ANO VOU FAZER VESTIBULAR. GOSTO DE OLHAR OS BLOGS DA CIDADE E DO MSN. MAIS UMA COISA EU LHE DIGO. ´´E BOM LÊ SEUS TEXTOS.

  • Caio JUNIOR says:

    Vamos ver se dona Dilma resolve enfrentar a bandidagem. É só olhar para o que aconteceu no Rio de Janeiro. É só querer.

  • Jacozinho says:

    São Felix tem um filho que é policial. Se mexer os pauzinhos vai descobril o autor do espancamento. E se formacho resolve a parada.

  • LUIS CARLOS says:

    UM LEMBRETE PARA O INTERNAUTA SANTISTA. NO JAPÃO IMPERIAL O IMPERADOR ALÉM DO PODER DE DECIDIR QUEM DEVIA MORRER TINHA TAMBÉM O PODER DE MANDAR CASTRAR OS SÚDITOS QUE LHE SERVIAM NO CASTELO.

  • MINI-SAIA says:

    Ué Davi. Este blog não comenta o estado de saúde de São Felix.

Deixe seu comentário


  • 8 de novembro de 2018 | 20:34


  • 2 de outubro de 2018 | 11:07


  • 21 de agosto de 2018 | 23:55


  • 21 de agosto de 2018 | 23:34


  • 21 de agosto de 2018 | 23:32


  • 5 de agosto de 2018 | 12:32

  • RSSArquivo de Quentinhas & Boas »


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia